segunda-feira, 14 de outubro de 2013

NA BOCA, UM POEMA

Imagem: arquivo Google

Há umas gotas de sêmen em cada boca escrita gozosa pelo Poeta

Ahhhhhhh...
Estes versos gozosos
não são falação – ao modo
de que as mulheres desgostam –
daquela felação – lábios, oh! –
feita por ela, à boca degustosa
                                desse gemido líquido, escrito                               
papel, tela bem memória,
sentidos, música
em poesia,
a que
nos
g
o
z
a
g
o
r
a

(LUIZ FILHO DE OLIVEIRA. Das Bocadas Infernéticas. WEB: 2013.)


Um comentário:

JAIRCLOPES disse...

Limerique

Portanto com minha libido bole
E todo vil preconceito abole
Quando ela descarada
Como não querendo nada
O meu líquido viscoso engole.