quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

HÁ PRATOS E PRATOS

Imagem: arquivo Google*



pratos distintos**

sobre a mesa
ainda me-aguarda onde lido
       o livro servido: ser vivo

adiante
distante dos cantos
de tantas mesas redondas
avidamente almoço 
       a vida: servida
                    ser


(LUIZ FILHO DE OLIVEIRA. Onde Humano. Teresina: 2009.)

________________
* Desconfio que esse desenho é do Ziraldo. Alguém sabe a respeito algo?
** A Maria, a servir, como Neném, pratos profanos, não os da ceia de Jesus.

6 comentários:

Janice Adja disse...

Olá! Belo e simples!

JAIRCLOPES disse...

Limerique

Eu como, entretanto, não me livro
Da "gordura" que possui um livro
Se é bom prato
Então o trato
Para o mente é alimento mais ativo.



Arnoldo Pimentel disse...

Vida que se lê, que se vive.Parabéns.

Luiz Filho de Oliveira disse...

Obrigado, Janice, Jair e Arnoldo.

Cris de Souza disse...

O distinto é prato cheio para a poesia!

Luiz Filho de Oliveira disse...

Não se pode desperdiçar um alimento como esse, não é, Cris?